Por que nós usamos anéis de casamento? Entenda esse símbolo!

Está desempregado?
Marketing por

Que a aliança é um símbolo do casamento isso você sabe, não é mesmo? Mas você já se parou para pensar de onde surgiu esse símbolo? Ou mais. Já parou para pensar o porquê de usarmos a aliança no quarto dedo da nossa mão esquerda?

Ninguém sabe ao certo, muito menos o motivo pelo qual essa cultura, esse simbolismo, veio parar no ocidente, já que é algo que surgiu na cultura oriental, segundo alguns estudiosos.

Os registros mais antigos de uma aliança, ou melhor, de um anel, datam do Antigo Egito, há mais ou menos 4.800 anos, onde naquela época a matéria prima era diferentes tipos de junco, que se formavam junto com os papiros.

O anel sempre foi um símbolo da eternidade, afinal, é algo que não tem nem começo e nem fim, o que era muito valorizado por várias culturas, principalmente pelos egípcios. Dar um anel à uma mulher era prova de que o amor era eterno e imortal.

Para a Igreja Católica, um símbolo pagão!

símbolo - aliança

Em certo momento, ninguém sabe ao certo, a tradição de trocar anéis também chegou aos romanos. Porém, com uma diferença, o anel não era nem um pouco relacionado com amor, e sim com posse.

As alianças deles eram fabricadas com ferro e eram chamadas de Anulus Pronubus, além disso, os romanos provavelmente foram os primeiros a fazerem gravuras em seus anéis. Para eles, a aliança era símbolo de força e permanência.

Porém, por volta do ano 860 d.C. os cristão também passaram a utilizar os anéis em suas cerimonias de casamento, e eram comum que também estivessem gravados com alguma coisa, só que para a Igreja Católica, o item era algo pagão!

Então por volta do ano 1.300 as joias que eram utilizadas para pedir alguém em casamento teriam de ser mais simples e “espirituais”.

Uma aliança, vários dedos e duas mãos

alianças símbolo casamento

Embora hoje utilizemos a aliança no quarto dedo da mão esquerda, o anel já foi utilizado em vários outros dedos, até mesmo na mão direita e no dedão.

Porém existe uma explicação plausível para explicar a utilização do anel no quarto dedo da mão esquerda, tirando aquela já velha e conhecida de que é nesse dedo que passa uma veia que vai direto ao coração, sendo que isso é mentira.

A explicação é simples e prática, e baseia-se na ideia de que o anel sofre menos desgaste na mão esquerda, já que a maioria das pessoas é destra. E como se não bastasse, o quarto dedo foi escolhido porque é o que tem menos atrito com as coisas, o dedo mindinho por sua vez também é pouco utilizado, porém, resultaria em um anel muito pequeno, impossibilitando de gravar o nome no mesmo ou até simplesmente decorar.

Está desempregado?
Marketing por

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.