Home / Curiosidade / Benefícios da erva Cannabis para a saúde

Benefícios da erva Cannabis para a saúde

É uma grande incógnita as propriedades dessa erva para a saúde isso porque ela é ilegal no Brasil. Contudo a maconha tem sido alvo de muitas discussões sobre seus reais efeitos para a saúde e por esse motivo, pode-se concluir o que ela pode proporcionar quando utilizada de forma correta.

Curiosidades

A erva é muito consumida na índia através do consumo do chá, tendo origem a uma lenda antiga na qual dizia que shiva (uma divindade do hinduísmo) costumava acrescentar folhas da erva em sua bebida e por esse motivo religiosos acreditam que o consumo da maconha o aproximará de sua divindade.

Origem

Original do Afeganistão a erva é mencionada a mais de 27.000 anos a. c e foi muito utilizada como medicamento para tratar doenças relacionadas a demência e também em rituais espirituais na qual acreditavam na época. Na época da renascença a maconha era uma das principais ervas produzidas na Europa.

 A erva foi trazida para o Brasil ainda na época da colonização pelos portugueses e que por sinal possuíam muitos produtos derivados da maconha, como por exemplo as suas vestimentas e velas dos navios no qual chegaram no país.

No entanto essa erva polemica tem ganhado a atenção na indústria farmacêutica e isso porque quiseram analisar o porquê a maconha era tão utilizada como aparato medicinal no passado, podendo então tirar uma conclusão sobre os benefícios que a erva oferece a saúde e a melhor maneira de utiliza-la, logo abaixo trarei informações sobre a erva.

Variações da erva

A maconha possui diversas variações sendo algumas delas:

  • Sativa
  • Indica
  • Rudelares

sendo o que diferencia-se uma das outros é o formato que elas apresentam, seja da folha ou do caule da planta, contudo todas possuem propriedades semelhantes.

A cannabis possui gêneros como feminino, masculino e hermafrodita. Para identificar isso basta observar a planta já em seu período adulto que é quando macho e fêmea estão florescendo suas diferenças. O macho por exemplo libera uma espécie de pequenas bolinhas que na verdade são sacos de pólen, que depois de maduros podem polinizar o seu redor.

A cannabis fêmea possui na sua faze adulta alguns pistilos brancos que anunciam o seu período de floração. Sendo assim a hermafrodita é a que possui os dois aspectos, no entanto é mais raro acontecer.

Benefícios da erva

A erva possui diversos benefícios para a saúde quando utilizada da maneira correta, principalmente para pessoas que sofrem com algum tipo de doença relacionada a coordenação, veja logo abaixo:

Auxilia na quimioterapia

Muitos pacientes que estão passando por quimioterapia passam por muitos desconfortos, sendo um deles perda de apetite e crises de ânsia, a erva pode colaborar na hora de amenizar esses desconfortos.

Mal de Parkinson

Segundo uma pesquisa israelense pode concluir que o uso da cannabis pode diminuir dores e insônias causadas pela doença, além disso o que mais impressiona é a capacidade motora fina que melhora a níveis incríveis conforme o uso da erva cannabis.

Artrite

Uma pesquisa feita com pessoas que possuem artrite mostrou a melhora significativa no alivio as dores e insônias utilizando remédios derivados do canabiróides, havendo também uma melhora relativa no inchaço causado pela artrite. Enquanto em pessoas que usaram apenas placebo não sentiram quaisquer diferenças no seu quadro de artrite.

Mal de Alzheimer

A maconha pode reduzir a progressão da maconha no organismo, isto porque foi feito um estudo que comprova que o THC retarda o surgimento de placas amiloides, bloqueando as enzimas que a produz. Sendo essas as placas as responsáveis por matar células cerebrais associadas ao Alzheimer.

Ansiedade

A maconha pode reduzir muito a ansiedade, quando utilizada em pequenas quantidades, no entanto o efeito pode ser contrário quando utilizada de forma errada, ou seja, em doses muito altas.

Câncer

Segundo estudos feitos pela medicina o uso do canabiroides pode retardar o crescimento de tumores cerebrais que está associado a 80% do câncer cerebral que afeta as pessoas, contudo é necessário mais alguns experimentos para confirmar mais sobre esse assunto.

Crises epiléticas

O uso do canabidiol para as pessoas com crises de epilepsia tendem a ser mais útil que outros medicamentos, visto que foi comprovado a maior eficácia no tratamento da doença sendo os resultados mais positivos.

Glaucoma

Na maioria dos estados americanos que aprovaram a maconha foi derivado ao tratamento e cura do glaucoma, isso porque a maconha quando fumada pode reduzir os efeitos da doença por algum tempo sendo então elemento em potencial para um possível remédio que tratará a doença.

Melhora da capacidade pulmonar

Pessoas que possuem bronquite e asma podem ter sua capacidade pulmonar aumentada com o uso da erva, ao contrário do que se pensa a maconha não prejudica o pulmão como os demais cigarros, pelo contrário potencializa ainda mais a capacidade dos pulmões.

Em um estudo feito com pessoas que fazem uso da erva, pode ser esclarecido que doenças relacionadas ao pulmão tendem a ser menor dos que não fazem uso da erva.

Dor crônica e espasmos musculares

Estudos feitos no Canadá afirmam que a cannabis tem poder contra as dores musculares crônicas, sendo esse um dos maiores motivos para pedirem a legalização da planta.

Além disso o mesmo estudo considerou a eficácia da maconha no tratamento de espasmos musculares causados pela esclerose múltipla. Alguns outros tipos de espasmos podem utilizar o mesmo tratamento como o espasmo do diafragma que não pode ser prescrito por outros medicamentos mas pode sim ser tratado com cannabis.

Contudo estudos dizem que a maconha é a única que não prejudica seus usuários, diferentemente das bebidas alcoólicas, cigarro e outros tipos de drogas. Além disso a maconha pura sem ser misturada com outros elementos pode sim ajudar em alguns casos de doenças e sem comprometer alguma outra parte do corpo.  

Algumas curiosidades da maconha

  • O Paraguai é o maior produtor de maconha do mundo.
  • Foi usada como remédio da verdade pelo Estados Unidos na segunda guerra mundial, onde misturavam a erva em alimentos para deixar os prisioneiros a falar mais abertamente.
  • É praticamente impossível ter overdose de maconha, seriam necessários 800 cigarros para fazer uma pessoa morrer e ainda ela não morreria de overdose e sim de devido ao monóxido de carbono que causaria asfixia.
  • Para poder ter a ação alucinógena é necessário utilizar as flores da maconha, na qual só a fêmea produz. A macho serve somente para polonizar a fêmea.

As curiosidades sobre a erva foram essas, é claro que é necessárias melhores pesquisas sobre o assunto no qual a internet pode disponibilizar muito conteúdo, além disso a erva é ilegal no nosso país, podendo ser utilizada somente com prescrição médica ou com um pedido judicial para esse fim. Os dados aqui informados são derivados aos países que legalizaram a erva.

Qualquer dúvida basta deixar um comentário ou deixar sugestão de artigos que você desejaria ver aqui.   

(Visited 48 times, 1 visits today)

Veja Também

Saiba como emagrecer sem passar fome

Quando a palavra dieta vem em nossa cabeça, já nos é remetido a palavra ‘’fome’’ ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *