Bolsa Família inscrições 2013

3


O Bolsa Família é um programa criado com o intuito de apoiar as famílias mais pobres e garantir a elas o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde. O programa visa a inclusão social dessa faixa da população brasileira, através da transferência de renda e da garantia de acesso a serviços essenciais. No Brasil, mais de 11 milhões de famílias são atendidas pelo Bolsa Família.

Antigamente, vários programas eram oferecidos pelo governo, mas com o passar do tempo eles foram incorporados ao Bolsa Família, tais como: Bolsa Escola, Cartão Alimentação, Auxílio Gás e Bolsa Alimentação.

Bolsa Família - ilustração

Como me cadastrar no Bolsa Família 2013

Para fazer seu cadastro no programa é necessário que a sua família se encaixe em uma das faixas de renda definidas pelo programa. É preciso apresentar documentos de identificação, como CFP, por exemplo, para se cadastrar no CadÚnico (Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal). Mas lembre-se que esse cadastramento não implica que sua família receberá, imediatamente, o benefício pago pelo Bolsa Família. O cadastramento deve ser feito nas prefeituras, assim, aqueles que desejam ser beneficiários do programa devem se dirigir a elas.

Ao fazer o cadastramento é necessário esperar pela seleção das famílias que receberão o benefício, que tem base nos dados inseridos pelas prefeituras no CadÚnico. A seleção é realizada mensalmente e o critério principal é a renda per capta da família. Portanto, tem preferência no programa aqueles que têm menor renda.

Pagamento do benefício

Família beneficiária do Bolsa Família

O Bolsa Família oferece quatro tipos de benefício:

O básico, destinado às famílias em situação de extrema pobreza. O valor é de R$ 70,00 mensais, independentemente da composição familiar.

O variável, concedido é no valor de R$ 32,00, é concedido às famílias pobres e extremamente pobres, aquelas que tenham sob responsabilidade, crianças e adolescentes entre 0 e 15 anos, até o teto de cinco benefícios por família, totalizando R$ 160,00.

Famílias em extrema pobreza podem acumular o benefício Básico e o Variável, até o máximo de R$ 230,00 por mês.

O benefício Variável para jovem destina-se ás famílias pobres e extremamente pobres que tenham sob sua responsabilidade entre 16 e 17 anos, matriculados na escola, os quais têm direito a receber o benefício de R$ 38,00. A família pode acumular até dois salários mínimos, ou seja, R$ 76,00.

O benefício da Superação da Extrema Pobreza na Primeira Infância é concedido às famílias que se encontram em situação de pobreza extrema e que ainda tenham em sua composição familiar crianças de 0 a 6 anos de idade.

Neste caso, cada família só pode ter direito a um benefício. O valor do benefício varia em razão do cálculo realizado a partir da renda per-capta da família e do benefício já recebido. As famílias em situação de extrema pobreza podem acumular o benefício Básico, o Variável e o Variável para Jovem, até o máximo de R$ 306,00 por mês. E também podem acumular 1 (um) benefício da Superação da Extrema Pobreza na Primeira Infância.

Calendário de pagamento do Bolsa Família 2013

Calendário de pagamento do Bolsa Família 2013

Bolsa Família – Critérios e como fazer o cadastro



Deixe uma resposta