Home / Destaque / Com os juros em baixa, onde devo investir?

Com os juros em baixa, onde devo investir?

Com os juros em baixa, investir de maneira conservadora demais pode não ser tão lucrativa, isso porque os rendimentos não têm sido muito grandes na poupança e em qualquer fundo de renda fixa. Essa baixa vai obrigar os investidores a procurarem novas alternativas que podem ser um pouco mais arriscadas, mas que os ganhos podem ser surpreendentes. Com juros em baixa onde devo investir?

Com a taxa básica de juros no atual patamar, a caderneta de poupança irá render em média uns 3,8% ao ano. Sendo que a inflação prevista para esse ano é de 3,3% e o ganho do investidor em 12 meses mal chegará a 0,5%. Por exemplo, uma pessoa investe 10 mil e ganha de retorno 50 reais. Fazendo com que o investidor invista em bolsa e fundos.

Quando se assume riscos você pode estar ganhando muito mais com isso, como títulos do governo, que uma vez vendidos no Tesouro Direto, podem render 2% a 6,5% ao ano. A bolsa por exemplo, somente neste ano obteve um ganho superior a 20%. No entanto ao mesmo tempo que consideramos os acertos, temos que calcular a probabilidade de cair e gerar perdas.

Por quanto tempo devo investir?

É muito importante saber por quanto tempo você pode ficar sem o dinheiro até começar a receber os retornos gerados pelo investimento. É importante que o investidor esteja analisando juntamente com o gerente de sua instituição financeira, qual a melhor aplicação para estar se fazendo.

Contudo o tempo pode variar muito dependendo do acordo feito e por esse motivo é que se deve estar analisando qual o contrato que pretende fechar, se será algo de longo, médio ou curto prazo. Afinal quanto mais tempo investido mais dinheiro.

Para novos investidores

No entanto para quem está entrando agora no ramo de investimentos é importante que a pessoa esteja encontrando a melhor opção para ela. É recomendado para os iniciantes que pretendem investir, que comecem com uma aplicação a curto prazo, pois as chances de risco são muito pequenas e podem ser um bom começo para quem deseja entrar no ramo.

Contudo para quem já pretende fazer um investimento para longo prazo, o segredo é estar diversificando o investimento. Uma boa opção neste caso é a Bolsa e os fundos multimercados, em eventuais momentos a baixa dos mercados podem compensar bem mais devido aos períodos de altas.

Quem já está com o dinheiro sendo aplicado

Para o dinheiro que já está investido deve-se ter um pouco de cuidado por causa dos juros baixos e é importante considerar alguns custos extras de aplicação. Impostos e taxas de administração e que podem comprometer algumas rentabilidades.

No entanto é importante que você saiba que os investimentos a curto prazo possuem muito mais descontos de sua renda total e por esse motivo é que se deve analisar com cuidado para ver se compensa. Já o investimento a longo prazo começa além de possuírem menores taxas, ainda pode-se dizer que o retorno é muito maior comprado ao de curto prazo.

Tenha um extra reservado

Contudo a maior recomendação de todos os especialistas é que a melhor coisa a se fazer estar sempre guardando um dinheiro para alguma eventual emergência. Por fim é importante que esse dinheiro esteja em um lugar onde não se cobre taxas para saques imediatos como é no caso da poupança.

Leia também Veja o dinheiro digital com outros olhos

(Visited 111 times, 1 visits today)

Veja Também

Cuidados que você deve ter ao comprar passagens aéreas

Antes de fazer qualquer tipo de negócio pela internet é necessário estar atento a alguns ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *