Como cuidar do dinheiro com a crise


É preciso que você tome mais cuidado com o seu dinheiro e seus investimentos principalmente na fase de crise, para que assim você possa estar preparado caso se instale uma crise no país e você não passe por dificuldades.

Antes de qualquer coisa é muito importante que você viva o hoje sempre pensando no amanhã, ter certa quantia no banco guardada é de extrema importância. Ter investimentos fixos como casas e terrenos também é uma ótima opção, para que você tenha um dinheiro reserva caso você precise.

De acordo com uma pesquisa uma pessoa que tenha de 10 a 20% do seu dinheiro em proteção financeira, não precisarão se preocupar com os altos e baixos do mercado. Porém ainda não é o momento de preocupação, a crise nestes países podem sim nos afetar quanto a inflação.

Matéria prima é o que irá sofrer bastantes alterações, pois o dólar está com um grande aumento, sendo assim, os produtos que são cotados no dólar também terão um aumento tanto no exterior como para nós, como por exemplo, o petróleo, ele é cotado no dólar, sendo assim ele sobe, consequentemente todos os seus derivados também irão subir.

Por isso mesmo que o mercado ainda esteja em oscilações é preciso que você se previna, é o momento de consumo mínimo de economizar dinheiro, apesar das facilidades de compra, é preciso que você tenha um consumo moderado e faça mais escolhas, revendo o hábito de consumo.

Isso porque diante da macroeconomia, você não tem como alterar, porém você poderá alterar costumes e administrar a microeconomia, que neste caso é a sua ou de sua empresa. Isso porque este é um momento para não se endividar, adie compras se possível, tome cuidado com os imóveis, que estão muito caros, onde no momento está compensando mais morar de aluguel do que financiar um imóvel onde você praticamente paga dois aluguéis ao mesmo tempo.

Então são pequenas coisas que você deve observar e como dissemos no começo, pensar hoje para o que pode acontecer amanhã, compre as coisas necessárias no momento, procure pelo menos nos próximos meses dar uma economizada, para que você possa averiguar como será a economia mundial nos próximos meses, e aí sim tomar decisões de compra ou não.