Como suportar a dor da perda


Não existem palavras, gestos e nem maneiras da gente expressar a dor de uma perda, esta não precisa ser necessariamente a perda de uma pessoa querida, mas de um animal que era companheiro, uma casa por causa de alguma catástrofe, a lavoura, enfim para cada pessoa existem coisas que era muito importante.

E você fica se perguntando, porque comigo? E em especial com pessoas, você em cada coisa que faz acaba se lembrando daquela que se foi, e isso faz com que a recuperação desta perda demore mais ainda, porém não é algo impossível.

Ninguém disse que a dor da perda seria ou é fácil, que a dor tem hora para acabar e que tudo vai ser como antes, estas questões não são verdadeiras, para cada pessoa o sentimento de perda tem uma amplitude, porém, mesmo que passe o tempo, você precisa aceitar que a morte faz parte de algo natural de nossas vidas, mesmo que seja antes do que esperávamos.

De acordo com ditados populares Deus dá a dor para quem sabe segurar, na verdade interpretando este ditado, podemos entender que esta dor é dada para as pessoas que precisam passar por determinada dificuldade para aprender algo ou então para ter mais forças para conseguir realizar coisas na vida.

Por isso uma boa forma de superar esta dor, ou de pelo menos amenizar, é colocando na sua cabeça, como esta pessoa gostaria que você estivesse. Com certeza a resposta seria bem e feliz, por isso você precisará se reerguer e ficar bem e feliz, para que a outra, onde quer que ela esteja possa te ver bem.

Esta é uma forma de se sentir melhor com os seus sentimentos, fazer as coisas pensando que a outra iria gostar de te ver assim. Pois se a outra pessoa se foi e você ficou é porque você é mais forte para lidar com isso e deve mostrar que ainda é possível viver com garra.

Tudo isso não significa que você terá de esquecer, pelo contrário, isso muitas vezes é impossível, mas é uma forma de tornar esta dor uma aliada.

Caso a sua perda tenha sido um bem material, coloque em mente que se você conseguiu uma vez, você conseguirá duas ou três, quantas vezes for necessário, trabalhar diariamente na chuva e no sol, é cansativo, porém muito gratificante quando você vê o que você conseguiu conquistar, por isso a conquista de um bem, após a perda será muito mais gratificante do que a primeira vez.