Cremes que acabam com as olheiras

4


OLHEIRAS
Métodos naturais podem ajudar a amenizar as olheiras.

As olheiras são originadas pela concentração anormal de vasos sanguíneos ou melanina sob a pálpebra inferior, o que resulta em um tom escuro abaixo da região ocular. Elas são um problema para muitas pessoas, as quais vivem em busca de informações sobre cremes e tratamentos que possam melhorar o aspecto das olheiras.

Atualmente, existem vários produtos no mercado que visam diminuir o problema, mas antes de fazer uso deles é necessário que a pessoa consulte um dermatologista, que poderá indicar qual o melhor produto para seu caso.

Ao longo do artigo disponibilizaremos mais informações sobre como acabar com as olheiras, considerando cremes e tratamentos mais indicados no mercado.

Causas das olheiras

OLHEIRAS

As olheiras podem surgir devido a diversas causas, veja abaixo as mais comuns:

• Proximidade à menstruação (no caso das mulheres);
• Hereditariedade;
• Cansaço;
• Alergia;
• Sono;
• Exposição ao sol;
• Distúrbios do sono;
• Tabagismo;
• Má respiração bucal;
• Coçar demais a área em torno dos olhos;
• Ato de provocar o vômito.

Tratamentos

OLHEIRAS

Em geral, o tratamento para olheiras é realizado a base de cremes com vitamina K, laser de Krypton, compressas geladas, photoderm e maquiagem para disfarçar a hiperpigmentação da região.

Quando tratadas no início, tem soluções pouco invasivas. O ideal é fazer uma hidratação caseira no local, utilizando cremes específicos para o problema. O mais indicado é fazer a aplicação do creme duas vezes ao dia.

Outra alternativa é tentar amenizar as olheiras utilizando compressas de água gelada ou de chá de camomila ao redor dos olhos, por aproximadamente 5 minutos, logo pela manhã.

Também se aconselha usar pepinos gelados em fatias para amenizar o escurecimento e o inchaço. Além disso, é importante ter boas noites de sono.

Cremes que diminuem as olheiras

Existem diversos cremes no mercado que visam diminuir as olheiras. No entanto, antes de utilizá-los é importante procurar um médico dermatologista para que ele indique qual o mais adequado para seu caso. Do contrário, eles podem apenas agravar o quadro.



Deixe uma resposta