Home / Curiosidade / Dicas para aliviar e evitar as cólicas menstruais

Dicas para aliviar e evitar as cólicas menstruais

Saiba como aliviar as cólicas menstruais e como evitar o surgimento dela. Com dicas preciosas e utilizando produtos naturais.

Acordar de manhã sentindo um desconforto terrível tem sido habitual para pelo menos 80% das mulheres. Esse desconforto é chamado de dismenorreia e conhecido popularmente como Cólica Menstrual. Por isso é muito importante se cuidar para não ter essa dor, que para em algumas mulheres pode tirar a capacidade de qualquer ação cotidiana.

A cólica menstrual acontece devido a contração do útero ao tentar expelir o endométrio e com essa ação é onde surge a cólica. Em alguns casos, ao expelir o endométrio, o útero fica inflamado deixando a dor ainda mais severa, podendo ocorrer dores em outras partes do corpo e a cabeça. Isso varia muito, pois alguns casos é alterações no aparelho reprodutor e é indispensável a procura de um ginecologista.

Doenças que podem estar relacionadas com a cólica menstrual

Distúrbio hormonal

Utilizar alguns tipos de medicamento, má alimentação e sedentarismo podem ser um fator de risco para se ter algum distúrbio hormonal, que também pode influenciar no surgimento da cólica menstrual forte, podendo trazer grande irritação e mal humor.

Ovários policísticos

Ovários policísticos podem ser facilmente identificado no corpo, pois ele traz os seguintes sintomas:

  • Aumento de peso e inchaço no corpo
  • Surgimento repentino de acne
  • Atrasos na menstruação
  • Dor de cólica mais forte que o normal

Endometriose

A endometriose é uma doença relativamente comum que afeta cerca de 2 milhões de mulheres por ano e é a causa de 50% de infertilidade feminina. Essa doença pode perdurar por anos ou até mesmo a vida inteira. Ela ocorre devido a expansão do endométrio que reveste a parede uterina para os demais órgãos do corpo, podendo causar:

  • Dores muito intensas no período menstrual, acompanhadas de vômitos e diarreias
  • Dor no ato da relação sexual com penetração.
  • Infertilidade
  • Alterações intestinais
  • Dores difusas ou crônicas na pelve

Em casos de suspeita de doenças é recomendado a procura de um especialista pois quanto mais rápido sair um diagnóstico, mais cedo começará um tratamento especializado para a doença. 

Dicas para tratar a cólica menstrual convencional

O melhor tratamento para a cólica é sem dúvidas os cuidados diários com a nossa saúde, pois apenas com algumas mudanças de habito é possível se livrar da dor latejante causada pela cólica menstrual. Mas para isso é essencial que você veja essas dicas ultra importantes. Segue abaixo:

  • Não passar frio em algumas partes do corpo como os pés e o abdômen
  • Fuja de alimentos com gorduras ruins
  • Não abuse de cafeína
  • Abuse de uma alimentação rica em vitaminas e minerais
  • Evite passar estresse
  • Pratique exercícios físicos sempre que possível

Não esqueça de procurar ajuda especializada quando for necessário, pois em alguns casos só serão resolvidos com remédios anti-inflamatórios especializados para a diminuição da dor.

Tratamentos caseiros para a cólica menstrual 

Chá de camomila-

O chá de camomila pode ser usado antes e durante a cólica. Por ter efeito calmante ajuda aliviar a tensão causada pela cólica menstrual e assim fazer o corpo relaxar e consecutivamente fazer com que o útero trabalhe de forma menos agressivo.

Uma colher de sopa de camomila para 250 ml de agua quente, misture a camomila com a agua e deixe tampado por aprox. 10 minutos.

Chá de louro-

O chá de louro é pouco conhecido no assunto ‘’cólica’’ no entanto ele possui propriedades analgésicas capazes de trazer alivio as contrações e além disso o chá de louro auxilia na regularização do fluxo menstrual e ajuda a controlar a cólica menstrual.

Basta ferver uma xicara de agua com 4 folhas secas da folha do louro e em seguida deixar abafado por aproximadamente 15 minutos.

Bolsa de água quente –

Se você não possui uma bolsa térmica em casa, basta apenas esquentar agua e encher uma garrafa pet. A garrafa você estará colocando próximo ao abdômen, e assim trazer o alivio da cólica.

Caso você não possuir uma garrafa no momento você poderá estar fazendo o seguinte:

Pegue uma xicara de arroz cru e deixe por 2 minutos no micro-ondas, em seguida coloque esse arroz em uma meia. O arroz consegue se manter quente por muitas horas e então não terá problemas em utiliza-lo como bolsa térmica.

Chá de gengibre  

O chá de gengibre também pode ser utilizado para conter a cólica menstrual, isso por que ele possui propriedades analgésicas e anti-inflamatórias que ajudam a aliviar a dor causada pelas contrações e ainda diminuir o inchaço com a ajuda anti-inflamatória.

Ferva uma parte da raiz do gengibre em uma xicara de agua por aproximadamente uns 8 minutos ou até a agua assumir um tom amarelado.

Alimentos ricos em Triptofano

Comer alimentos rico no aminoácido Triptofano pode fazer com que a irritabilidade e a inquietação recorrente a cólica. O Triptofano auxilia na absorção de serotonina que é um neurotransmissor capaz de nos proporcionar o bom humor e o fim da TPM.

Ter cólicas em alguns períodos da vida é normal, no entanto se sentir um desconforto anormal é de suma importância que você procure um médico ginecologista para averiguar se não há nada de errado com a sua saúde e no caso de alguma enfermidade que comece logo um tratamento.

Cuidados com a saúde é muito importante então não deixe de sempre estar se consultando com um médico, mesmo quando não estiver com dores aparentes. É muito importante estar fazendo um check-up para garantir uma boa saúde.

As dicas foram essas, não deixe de comentar outros artigos que você desejaria ler, para que você esteja sempre atualizado sobre tratamentos caseiros para a sua saúde. Aproveite para ler dicas para aliviar dores de cabeça  

(Visited 80 times, 1 visits today)

Veja Também

Saiba como emagrecer sem passar fome

Quando a palavra dieta vem em nossa cabeça, já nos é remetido a palavra ‘’fome’’ ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *