Diferença de união estável e casamento


Uma união estável é quando um homem e uma mulher têm uma convivência duradoura, pública e contínua estabelecida com o objetivo de constituir uma família, sendo assim morar junto é considerado uma espécie de casamento.

A diferença é que algumas pessoas acreditam que seja necessário a oficialização da união. Porém outras pessoas aceitam apenas dividir a vida a dois, sem oficializar além de que casar implica custos, não com cerimônia, mas apenas no civil já é um investimento e muitas pessoas não podem arcar com os custos.

Muitos casais optam apenas pelo casamento no civil, para que futuramente os filhos não tenham problemas com matrículas escolares e nem na retirada dos documentos.

Porém sendo casado oficialmente ou não é preciso que o casal saiba ter o convívio á dois, dividindo despesas e entrando em acordos, e inclusive dividindo responsabilidades. E é neste momento que os casais encontram dificuldades, pois enquanto se namora é mais fácil o relacionamento onde os momentos são mais agradáveis e as responsabilidades são menores.

Alguns psicoterapeutas acreditam que todos os casais deveriam passar por testes antes de decidir morar juntos, para que não se frustrar ao ver que o relacionamento não deu certo.

Outra diferença entre a união estável e o casamento é em caso de separação ou morte, regime de bens, direito das sucessões e herança são um pouco diferenciados. Lembrando que para os que casam no civil é indispensável escolher em qual regime irão viver, se é o comunhão de bens ou comunhão parcial.

Além destas pequenas diferenças a mulher que opta pela união estável não pode levar o sobrenome do marido e vice-versa, portanto a escolha entre união estável e casamento é inteiramente do casal.