Home / Curiosidade / Entenda algumas coisas sobre ser fiador de aluguel

Entenda algumas coisas sobre ser fiador de aluguel

Te pediram para ser fiador de aluguel? Não sabe do que se trata e qual é a sua relação com o aluguel de outra pessoa? Deixa comigo que irei tirar algumas de suas dúvidas a respeito para que dessa forma você saiba o que está fazendo e não entre em qualquer acordo.

Muitas empresas de locação de imóvel tendem a pedir para o interessado a alugar o imóvel, uma pessoa para ser sua fiadora, isso porque a empresa precisa de uma garantia que a assegurara de que receberá o seu dinheiro. Portanto antes de aceitar o pedido da pessoa que lhe pediu, provavelmente alguém de sua intimidade, é importante que você conheça a índole da mesma, para que dessa forma você não tenha dores de cabeça futura.

O que significa ser fiador de alguém?

Ser fiador de alguém é o mesmo que estar assumindo uma responsabilidade por ela, isso quer dizer que se ela faltar com o pagamento das contas, você será quem deverá pagar a dívida. Portanto é importante estar ciente de como é essa pessoa como pagadora de suas dívidas ou caloteira.

Muitas das vezes pessoas que assumiram a responsabilidade como fiador de alguém, acabou por assumir dívidas em seu nome e ficando completamente no vermelho. Por esse motivo a desconfiança tem aumentado quando a pessoa recebe o pedido para ser fiador de alguém. Isso porque ninguém quer se ver responsável pelas dividas alheias.

Informações importantes que se deve levar em consideração

Há algumas informações muito importantes que se devem levar em consideração a respeito de ser fiador de alguém, preste bastante atenção para não ter erros.

Responsável no caso de inadimplência

O fiador terá que ser exposto a uma serie de deveres e responsabilidades pela pessoa na qual está alugando um imóvel. Portanto se a pessoa que alugou o imóvel não pagar o combinado com a empresa que fez o contrato, o fiador entrará para saldar a dívida, sendo assim, ter que pagar pela inadimplência da pessoa que alugou o imóvel.

Se a pessoa não puder efetuar o pagamento o fiador se torna perante a lei o principal devedor da dívida, podendo deixar até mesmo o nome do fiador ficar ‘’sujo’’.

Deixar de ser fiador

No passado para deixar de ser fiador de alguém era necessário que ambos entrassem em um acordo, ou que houvesse uma interferência judicial que permitisse que o fiador deixasse sua obrigação com a pessoa devedora.

No entanto com as novas leis que estão em vigor, é possível estar comunicando o devedor sobre a desoneração das obrigações com ele, podendo durar um prazo de 120 dias para o desligamento de ambos. No entanto essa lei funciona somente com contratos novos, os que foram feitos a tempos atrás podem ainda estar valendo com a lei imposta na época do contrato.

Alteração no valor do contrato

O fiador deve estar sempre ciente de qualquer mudança no contrato, como reajustes, aumento do valor das mensalidades, ou qualquer outra coisa que seja importante sobre o contrato.

Portanto, caso ocorra alguma mudança na qual o fiador não seja avisado ele pode entrar na justiça para deixar essa obrigação, alegando a falta de informação sobre o contrato pelo qual está como fiador e por esse motivo sair do acordo que está sendo feito.

Benefício de ordem

O benefício de ordem funciona da seguinte maneira, quando o devedor primário não paga suas dívidas, primeiramente é feito um recolhimento dos bens deles. Sendo assim a dívida primeiramente tenta ser quitada sem antes chegar ao fiador.

No entanto se os bens das pessoas que está alugando o imóvel não for o suficiente para saldar a dívida, então entrará em cena o fiador com a responsabilidade de estar pagando toda a dívida, se o mesmo também não estiver com a grana para pagar, pode ter seus bens confiscados pela locadora dos imóveis afim de que a dívida seja saldada.

Portanto essas foram as informações que você precisa saber, antes de estar sendo o fiador de alguém. Muitas das vezes as pessoas que podem te pedir isso pode ser amigos ou familiares, e por esse motivo pode estar sendo complicado de estar dizendo não. No entanto é importante estar fazendo uma avaliação sobre suas finanças e observando se possui condições de estar pagando possíveis dividas de outras pessoas, se a resposta for não, é importante que educadamente você negue o pedido da pessoa e evite entrar no vermelho.

Não deixe de estar comentando sobre o post, deixando suas dúvidas para que dessa forma eu possa estar te respondendo assim que possível. Por fim não deixe também de dar sua opinião e sugestão para novos posts para que dessa forma o blog possa estar sempre crescendo em conteúdo de qualidade.

(Visited 46 times, 1 visits today)

Veja Também

Saiba como baixar o aplicativo CNH Digital e evite pagar multas de trânsito

Nesses dias de correria não é anormal sair cedo de casa dirigindo e quando está ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *