Exames obrigatórios para o pré-natal

Está em busca de novas oportunidades de emprego?
Basta deixar o seu e-mail na caixinha abaixo que manteremos você informado sobre qualquer vaga disponbilizada em todo o Brasil!


Não é muito comum que as mulheres descubram que elas estão grávidas, principalmente quando elas não esperam, isso porque a fecundação ocorre no 14º dia após a menstruação, assim a mulher só irá perceber que está grávida 15 dias depois, quando a menstruação teria que descer.

Muitas esperam mais uns 5 dias para garantir que a menstruação não irá descer e assim o feto já está com aproximadamente 20 dias. Após isso a mãe precisa fazer o exame de sangue para confirmar a gravidez, pois nem sempre um atraso menstrual significa gravidez, por isso é importante que você fique atenta aos primeiros sintomas da gravidez que é o que irá diferenciar uma gravidez de outra coisa.

Assim você terá que procurar um médico para que este possa pedir os exames e te orientar quanto á dieta e os costumes que você deverá tomar daqui para frente. A partir de então você fará consultas periódicas, o médico irá verificar sempre os seus dados como: peso, altura, pressão arterial, pulsação, temperatura, medida da circunferência abdominal, batimentos cardíacos fetais, medida da altura uterina e toque vaginal.

Tudo isso para que a gravidez possa ser tranqüila e controlada, sendo possível identificar alguma alteração á tempo de correção. Além destes exames periódicos, existem outros que a grávida precisa fazer em seu pré-natal.

Exames principais do pré-natal

• Hemograma completo: Mulher precisa estar de jejum durante três horas para realizar este exame, será realizado mensalmente durante a gestação e serve para detectar anemia e infecções.
• Glicemia: É realizado em jejum de oito horas, deve ser repetido na 26ª semana de gravidez e detecta a intolerância á glicose e diabetes.
• Sistema ABO e fator Rh: Verifica o tipo de sangue e se o fator Rh é positivo ou negativo, assim caso a mulher tenha Rh negativo e o homem positivo há riscos do corpo dela produzir anticorpos contra o sangue do bebê, assim será possível impedir a produção de anticorpos contra o bebê com uma medicação específica.
• HIV: A gestante precisa autorizar este exame, ele permite mostrar a presença de vírus que causa AIDS.
• Sorologia para rubéola: Realizado em jejum de três horas, permite avaliar se a mulher tem imunidade contra o vírus da rubéola que é grave ao feto.
• Reação para toxoplasmose: A mulher precisa estar em jejum de oito horas, com o objetivo de ver se a grávida tem alguma infecção causada pelo protozoário Toxoplasma gondji, pois este microorganismo pode provocar danos nos nervos e na visão do feto.
• VDRL: Detecta problemas como a sífilis causado por uma bactéria, esta pode provocar abortamento, parto pré-maturo e mau-formações caso a mãe seja portadora deste microorganismo.
• Sorologia para hepatite B e C: mostra a presença destes dois tipos de vírus
• Sorologia para citomegalovírus: Indica se a paciente já foi infectada ou não pelo vírus
• Urina: revela se a mulher tem ou não infecção urinária, também pode detectar pré-eclampsia e para controle e acompanhamento de grávidas diabéticas.

Assim de acordo com a lista acima você sabe os exames que o médico precisa pedir, assim se faltar algum você poderá perguntar a ele a necessidade da realização destes exames, que são muito importantes para a saúde do seu bebê e para uma gestação tranqüila.


Está em busca de novas oportunidades de emprego?
Basta deixar o seu e-mail na caixinha abaixo que manteremos você informado sobre qualquer vaga disponbilizada em todo o Brasil!

%d blogueiros gostam disto: