INACREDITÁVEL! Trapaça nas Filas de Auxílio Emergencial? É O FIM!

13


Infelizmente algumas pessoas não estão aprendendo nada com a pandemia, afinal, a empatia e o respeito de algumas pessoas está cada vez mais invisível, principalmente nas filas!

Contudo, o que vem acontecendo ultimamente tem nos feito refletir um tanto, no quanto o brasileiro pode trapacear! Ultimamente estão fazendo trapaças nas filas de auxilio emergencial! Um tempo atrás, algumas pessoas estavam falsificando álcool em gel e colocando preços abusivos, mas, a trapaça de agora, está do mesmo nível, ou até mesmo pior! Veja!

Leia até o final

Filas lotadas por famílias que necessitam do dinheiro!

Muitas famílias estão realmente necessitando do auxílio, muitas pessoas perderam, seus empregos, R$ 600 pode ser um importante dinheiro!

Afinal, os alimentos, as contas, serão basicamente “amparadas” com esse auxilio, claro que, ao meu ver, acredito que o povo brasileiro merecia ganhar muito mais, nosso povo sempre trabalhou muito, e nós sempre fomos administrados por políticos corruptos de direita e de esquerda!

Mas, agora refletem em nosso povo a “falta de dinheiro”, tudo bem, mais uma vez temos que acreditar!

O perigo maior das filas é a complexidade de tudo, de pessoas que vão protegidas de pessoas que não se protegem, de gente que conversa, de gente que TRAPAÇA!

Quando vai parar a trapaça brasileira?

A trapaça Brasileira acontece na política e na cidadania! O que tem acontecido agora, é que enquanto as famílias vão para as filas do auxílio emergencial, ficam horas e horas seguidas, morrendo de medo de serem contaminados!

Há pessoas, que vão muito cedo, e consequentemente, vendem suas vagas a R$ 100,00 ou seja, tiram R$ 100,00 da pessoa que recebem o auxílio R$ 600,00!

Até ai tudo bem, mas, e se essa pessoa vai 6 dias guardar fila para vender? R$ 600,00 na mão fácil! Se vai 12 dias seguidos? Se vai 20? O mesmo tempo que isso significa uma “inteligência” é algo completamente perigoso!

E por onde andam essas pessoas que ficam na fila do auxílio? E se uma dessas pessoas está contaminada? Quantas pessoas estão correndo risco?

Quer ficar no meu lugar? Me paga R$ 100!

Já imaginou o quanto isso é impactante? Estamos tratando de uma pandemia! O negócio é muito sério! Infelizmente aqui sempre foi assim, as pessoas usam da “necessidade” para ganhar dinheiro!

A justiça a caridade, são coisas raras de se ver em um pais no qual administradores também ensinam a trapacear! Contudo, ao ver outros países mais evoluídos, percebemos o quanto nosso povo sofre!

Aqui, as pessoas enxergam vantagens até onde não existe vantagem, os degraus são feitos de cabeças, quem pisar primeiro vence a batalha! Muitas pessoas não estão agindo de bom coração, precisamos fazer mais doações! Investir mais no amor ao próximo!

Filas gigantes, riscos imensos!

Imagine um pai de família que mora afastado da cidade, demora 2 horas para chegar até um local, corre risco no ônibus, nas ruas, e então chega no local, tem que esperar uma fila de mais de 5 horas!

Contudo, dentro da fila, pessoas conversando, e o mesmo, preocupado com sua saúde, preocupado com suas contas, seu auxilio, sua família, sua filha que acabou de nascer, sua esposa, com o trabalho que perdeu, entre tantas coisas que pode acontecer!

Veja bem, é justo? Isso ser normal na nossa sociedade? O cidadão trabalhar muito, sustentar sua família, ser praticamente “humilhado” pela demora das filas, dos riscos e das trapaças e mais do que isso “VOLTAR SEM O AUXILIO EMERGENCIAL”! Aqui no Brasil é muita humilhação por metro quadrado!

Povo aflito e pessoas trapaceando!

O Brasil é dividido nos Clubes de futebol, nos gostos musicais, nos partidos, nas classes sociais, na democracia, nas oportunidades e principalmente na “CONSCIÊNCIA”!

Estamos divididos por pessoas que são estão preocupadas e por pessoas que não estão preocupadas, e o pior de tudo, por pessoas que pensam que pandemia é opinião política “me cuido se eu quiser, é minha opinião”!

Veja como está a SAÚDE BRASILEIRA, tente não ficar TRISTE!

Deixe uma resposta

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui