Informações sobre a nota fiscal paulistana

Está desempregado?
Marketing por

Na segunda-feira, 1º de agosto de 2001, entrará em vigor na cidade de São Paulo a Nova Nota Fiscal Paulistana, ela permite que 30% do que você pagou em Imposto Sobre Serviço (ISS) seja devolvido para você.

Você poderá usar este crédito para abater 100% do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) do ano seguinte. Até o momento o contribuinte podia abater apenas 50% deste imposto

A Nota Fiscal Paulistana é da Prefeitura de São Paulo, por isso ela valerá apenas para São Paulo Capital, tomando por base o ISS (Imposto Sobre Serviço) que ocorre quando o contribuinte contrata algum serviço ou consome atendimento como Médico, Advogado, Engenheiro, cabeleireiro, auto-escola, creches, colégios, faculdades, cursos de idiomas, empresas de vigilância, pets-shop dentre outros.

A regra desta nova Nota Fiscal é bem simples, o crédito só poderá ser usado em cima de imóveis que não tenham débitos em atraso. Sendo assim os contribuintes que tiverem pendências no município também não poderá utilizar os créditos.

Para que a prefeitura tenha controle dos contribuintes que estão sem pendências com a prefeitura será preciso fazer um cadastro, assim os contribuintes poderão receber em dinheiro o valor, sendo que o valor mínimo para depósito em conta corrente é de R$25,00.

Portanto a Nota Fiscal Paulistana ou Nota Fiscal Eletrônica de Serviços (NFS-e) da Prefeitura de São Paulo é emitida por empresas e profissionais que pagam Imposto Sobre Serviços (ISS), para isso o cliente deve fornecer o CPF ou CNPJ.

Só relembrando o quanto esta Nota Fiscal ajuda, ela gera créditos de 30% do imposto pago para o abatimento do IPTU do ano seguinte, podendo ser transferido para conta corrente ou poupança, juntamente á isso dá direito á sorteio de prêmios.

Este então irá valer apenas para quem mora na Capital Paulista ou tem um estabelecimento na mesma.

Está desempregado?
Marketing por