Mudanças Na Aposentadoria


“Uma boa e uma má notícia”.

Foi assim que começou o Jornal Nacional dessa última segunda-feira 02/12/2013. A boa é que os brasileiros estão vivendo mais, a expectativa de vida do brasileiro cresceu, em média, 5 meses e 12 dias, com isso, surge um problema: Com pessoas vivendo mais, e com uma população mais velha, surgem mais aposentadorias para o governo pagar, e com base nisso a má notícia é que os futuros aposentados terão que trabalhar mais tempo se não quiserem sofrer as consequências do reajuste salarial dos aposentados.

Fator Previdenciário

Com certeza todo mundo reconhece o papel do Fator previdenciário que é usado aqui no Brasil para tentar manter a conta das aposentadorias equilibrada.

Aposentadoria-INSS.

O fator previdenciário leva em conta a idade, o tempo de contribuição e a expectativa de vida ele já existe no Brasil há mais de 14 anos, e foi criado inicialmente para desestimular os brasileiros a se aposentar cedo demais. O objetivo do Fator Previdenciário é dar benefícios mais baixos para as pessoas que se aposentam mais cedo.

Entenda As Mudanças

Por exemplo, um homem de 55 anos de idade e 35 anos de contribuição, com um salário médio de R$ 1 mil que se aposentasse até essa semana ganharia um benefício de R$ 716,93 ao mês. A partir desta segunda-feira, o valor da aposentadoria seria de R$ 705,69, o que dá um total negativo de R$ 11,00 à menos.

Se formos parar para pensar não é muito, mas mesmo assim os trabalhadores ficam indignados. Assim, para recuperar esse valor o trabalhador não tem saída. Precisa de mais tempo, trabalhando. Não adianta procurar seus direitos, essa é a nova Lei.

calculo-aposentadoria-integral1

Um especialista em Previdência que fez uma apresentação no Jornal Nacional mencionou que o segurado pode compensar esse saldo negativo ficando um pouco mais na empresa e consequentemente contribuindo pra Previdência Social, por exemplo, se ele contribuir apenas mais 4 meses, ele já acaba compensando essa perda.

É por isso que agora, antes de se aposentar compensa conversar com um profissional qualificado em Previdência Social para averiguar se compensa ou não adiar a aposentadoria em alguns meses, visto que não se trata de nada absurdo.