MULHER ENGRAVIDA DE MENINO DE 12 ANOS E É PRESA

Está em busca de novas oportunidades de emprego?
Basta deixar o seu e-mail na caixinha abaixo que manteremos você informado sobre qualquer vaga disponbilizada em todo o Brasil!


Uma mulher de 40 anos de idade teve relações íntimas com o filho de sua melhor amiga, uma criança de apenas 12 anos. Eles começaram a ter relações depois da mulher começar a leva-lo à escolha, junto com sua filha. A relação dos dois durou cerca de 5 meses.

A mulher não pode ser identificada por razões legais, mas, se assume culpada por abuso íntimo e com uma criança com idade menor a 16 anos. Ela foi condenada pela Corte de Victoria, em Melbourne, na Austrália.

A história aconteceu em 2014, ela deu à luz em maio e foi presa imediatamente, ela terá que passar no mínimo 6 anos presa.

mulher engravida de menino de 12 anos

A dupla fazia sexo uma vez por semana durante um período de cinco meses e não utilizavam preservativos, o tribunal foi informado.

“Você não se deu conta que seus sentimentos que estava tendo por menino estavam completamente inadequados?”, perguntou o juiz. “Você começou e continuou uma relação sexual abusiva”, completou.

Em maio do ano passado a mulher deu à luz uma menina depois de dizer ao menino que ela pensou que o bebê era dele. A mãe do menino a visitou hospital para apoiar a sua amiga, mas não tinha conhecimento de seu filho era o pai e ela era a avó.

Poucos dias depois, os pais do menino descobriam sobre o relacionamento e confrontado a mulher e ela relatou à polícia.

Um teste de DNA confirmou o menino é o pai do bebê.

Em uma declaração de impacto a mãe do menino, vítima do abuso disse que as ações da mulher haviam afetado toda a sua família.

A mulher deveria estar cuidando do menino, mas tinha violado a sua confiança e a confiança de sua família, o tribunal foi informado.

“Você permitiu que seus impulsos físicos e emocionais superassem o que deveria ter sido feito: agir como uma adulta responsável”, disse o juiz.

O juiz observou que a mulher tinha vergonha, remorso e improvável de reincidir e condenou-a a um máximo de seis anos de prisão.


Está em busca de novas oportunidades de emprego?
Basta deixar o seu e-mail na caixinha abaixo que manteremos você informado sobre qualquer vaga disponbilizada em todo o Brasil!

%d blogueiros gostam disto: