Novo método contraceptivo Essure

Está em busca de novas oportunidades de emprego?
Basta deixar o seu e-mail na caixinha abaixo que manteremos você informado sobre qualquer vaga disponbilizada em todo o Brasil!


Existem diversos métodos contraceptivos, isso para que cada mulher possa escolher o que melhor se adéqua ao seu estilo de vida e ás suas necessidades, sabendo que alguns métodos são reversíveis e outros não.

A escolha por não ter filhos parte principalmente da mulher, mas deve ser um acordo tomado entre o casal, pois como dito acima, alguns métodos não são reversíveis, então após adotar este a mulher não poderá mais ter filhos.

Surge então um novo método contraceptivo chamado Essure, este é mais indicado para quem já tem filhos e não deseja ter mais, isso porque ele é irreversível, sabendo que se a mulher desejar engravidar posteriormente ela só conseguirá através de reprodução assistida, ou seja, quando coleta o espermatozóide do parceiro e o óvulo dela e fecunda em laboratório e depois implanta na mulher.

Este ainda não é muito conhecido no Brasil, mas a sua função é deixar a mulher estéril, como a laqueadura, por exemplo. A diferença é que esta não precisa de cirurgia para se fazer, é rápido e pode ser feito em laboratório, sem cortes, sem anestesia e a mulher ainda pode voltar na mesma hora para as suas atividades diárias.

Esta técnica dura por volta de 15 minutos, é uma mini-mola que é introduzida nas trompas, esta é feita da seguinte maneira: com a ajuda do histeroscópio, o aparelho que leva a mola até o seu ponto final, entra pela vagina, passa pelo útero até chegar às trompas.

É importante que a mulher saiba que a sua esterilidade não é imediata, portanto nos próximos três meses ela ainda corre o risco de engravidar, por isso será importante usar outros métodos contraceptivos, como o preservativo por exemplo.

Depois deste tempo, os três meses, o seu organismo vai absorver esta mini-mola, impedindo assim a passagem do espermatozóide até o óvulo. Mas mesmo a mulher não engravidando este método não interfere no ciclo menstrual nem na quantidade de hormônios liberados pelo seu corpo.

Mas por este método ainda ser novo no Brasil seu custo é bem elevado e como dito acima se a mulher quiser engravidar será preciso fazer uma cirurgia para retirar o Essure e depois fazer a reprodução assistida.


Está em busca de novas oportunidades de emprego?
Basta deixar o seu e-mail na caixinha abaixo que manteremos você informado sobre qualquer vaga disponbilizada em todo o Brasil!

1 comentário em “Novo método contraceptivo Essure”

  1. Bom dia !!!

    Meu nome é Augusto e trabalho nesta área e tenho algumas informações sobre o produto:

    – o método é irreversível, caso a paciente deseje engravidar após o procedimento com o ESSURE ela deverá fazer uma fertilização In Vitro (FIV)

    – o custo não é mais obstáculo, ja temos o produto na rede péublica e os convênios ja estão cobrindo esta técnica

    – são mais de 10 anos de aprovação na Comunidade Europeia e FDA (E.U.A) com mais de 600 mil mulheres que realizaram este método.

Comentários encerrados.