O estresse provoca mesmo a queda de cabelo?


Cada pessoa tem em média de 100 á 150 mil fios de cabelo no couro cabeludo, as loiras e loiros na maioria dos casos tem mais, aproximadamente 140 mil já as pessoas morenas tem aproximadamente 104 mil e por fim os ruivos menos ainda, aproximadamente 90 mil.

O cabelo é composto pode queratina, a mesma proteína que compõe a unha e a camada exterior da pele. O cabelo é formado pelo folículo capilar, estrutura que fica abaixo da pele. Na puberdade os hormônios masculinos aumentam a produção dentro destes folículos, por isso que os homens são mais peludos do que as mulheres e por isso também que eles têm mais chances de ter calvície.

O cabelo pode cair por diversas causas como genética, que inclusive representa 50% dos casos, Alopecia Areata, Puxando os cabelos, Radiação, Produtos químicos, Medicamentos, Estresse, Fios Quebradiços e Deficiência Nutritiva.

Por isso confirma-se que o estresse pode sim causar queda de cabelo, principalmente quando este for muito forte, podendo até mesmo impedir o crescimento de novos fios. Porém normalmente o estresse e a queda de cabelo ainda estão associados á alguma outra coisa, como a deficiência de nutrientes, por exemplo.

Isso porque você teria que estar em um estresse extremo durante alguns meses, para que a queda de cabelo seja causada unicamente pelo estresse.

Por isso a melhor forma de achar a causa da sua queda é procurando um médico para que ele possa fazer exames e testes, para que assim seja designado á você um tratamento adequado para o seu problema.

Porque de nada irá adiantar se você tomar um medicamento para estresse, achando que esta é a sua causa, sendo que na verdade a sua causa é genética, por isso é importante que você vá até o médico. Assim ele verá se há necessidade de você fazer um enxerto capilar, ou se apenas medicamentos irão resolver o seu problema.