O QUE ACONTECE COM O SEU CORPO QUANDO VOCÊ MORRE?

7


Todos nós sabemos por auto o que acontece conosco quando morremos. O coração para de bater, o sangue para de circular, o corpo vai esfriando e os músculos se enrijecem até que a pele se desfaz e sobram apenas os ossos.

Basicamente é isso o que acontece com o nosso corpo quando morremos, mas ao contrário do que muitas pessoas imaginam as pessoas não caem duras simplesmente no chão.

Existe todo um estudo por trás da morte que nem mesmo os principais estudiosos de medicina conseguiram desvendar. No ano de 1846 constatou-se que a morte seria resultado de três pilares básicos: Ausência de respiração, de circulação e de batimentos cardíacos.

Como é a morte?

Com o passar dos anos chegou-se a conclusão de que o coração não trabalha sozinho. Nossa mente tem o poder de nos matar ou nos ressuscitar.

Mesmo que o coração de uma pessoa esteja batendo e todos os seus órgãos estejam funcionando, se o seu cérebro não der sinais vitais ela é diagnosticada como morta, afinal a cabeça é a responsável pela respiração e a circulação.

corpo

Entender a vida e a morte não é um papel do ser humano, porque ele foi criado, não é o criador. É por isso que temos tantas dúvidas. Não sabemos ao certo como nosso corpo foi projetado e na realidade, nem deveríamos saber.

Estudando um pouco mais a respeito da morte cientistas passaram a entender melhor as mudanças que acontecem quando somos declarados mortos. Vejam.

O que acontece quando morremos?

Vamos explicar o que acontece em minutos, horas e dias. A relação é bastante interessante e é um excelente material para pesquisa e trabalho escolar.

morte

0 min: No exato momento da morte o nosso sistema nervoso cessa de liberar neurotransmissores ao corpo o que faz com que todas as nossas funções parem.

5 min: A respiração e os batimentos cardíacos acabam e o cadáver não responde mais a nenhum estímulo externo como a massagem cardíaca, as vozes, etc.

1 hora: O sangue para. As veias passam a ficar totalmente coaguladas. A pele ganha um tom azulado porque devido à força da gravidade o líquido da artéria desce.

2 horas: O corpo esfria. A circulação para e consequentemente o metabolismo para. Com a falta da produção de calor o cadáver fica frio até entrar em equilíbrio com o ambiente.

3 horas: O corpo já começa a ficar duro. Interessante que quanto mais energia retida a pessoa tem mais demora para que a pessoa comece a sofrer essas mudanças.

De 5 a 8 horas: O corpo já não tem mais nenhum oxigênio, nesse momento as paredes dos vasos se tornam bem frágeis e o sangue vai saindo e se impregnando nos tecidos.

8 horas: O enrijecimento do corpo se torna ainda mais rápido. Os músculos se contraem, por isso é natural que algumas partes do corpo se dobrem.

12 horas: A água nesse momento já se evaporou quase completamente, é por isso que os olhos ficam bem fundos, os lábios se escurecem e os pelos e as unhas ‘parecem’ estar crescendo, quando na verdade é sua pele que está encolhendo.

2 dias: O corpo vai começar a inchar mais do que o normal, porque as bactérias já estão acumulando e liberando gases. As proteínas do corpo entram em decomposição e é isso que faz com que o cheiro seja cada vez mais forte. O liquido da decomposição como começar a sair pela boca, nariz e ouvido.

3 dias: Uma fase interessante começa a acontecer. O corpo volta a ter flacidez. Devido à decomposição os tecidos musculares voltam ao seu estado normal.

Mais de 7 dias: A gordura do seu corpo vai começar a reagir com os sais do solo e o cadáver vai ficar muito macio e escorregadio, depois disso é só esparrar o corpo desaparecer e sobrarem apenas os ossos. Em três semanas já resta apenas à estrutura óssea da pessoa.



Deixe uma resposta