Resumo do movimento Tropicália

2


Movimento Tropicália.
A Tropicália foi um grande movimento cultural

Movimento tropicália ou tropicalismo foi um movimento cultural brasileiro, que surgiu diante a influência de correntes artísticas de vanguarda e cultura pop nacional e estrangeira, para que houvesse um mix nas manifestações tradicionais da cultura brasileira.

Tropicália foi um dos movimentos que balançou o ambiente da música popular e outras culturas brasileiras entre os anos de 1967 e 1968, onde tiveram participantes de peso, tendo como destaque Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa, Tom Zé da banda Mutantes e até mesmo do maestro Rogério Duprat.

O movimento Tropicália deu um grande passo a frente em toda a história do meio musical, sendo inovador ao mesclar os aspectos tradicionais da cultura nacional possibilitando um sincretismo entre estilos musicais como samba, bolero, baião, rock, bossa nova e outros.

Ao analisar as letras das músicas era possível notar que todas possuíam um tom poético, elabora a base de críticas sociais e abordando temas do cotidiano de maneira inovadora e muito criativa, conseguindo aproveitar o mix dos estilos musicais da época.

Tom Zé fala sobre o tropicalismo

Críticas do movimento Tropicália

Mesmo sendo marcante o movimento ainda era visto pelos adversários como algo muito vago e sem qualquer comprometimento público, o que era comum da época os artistas lançarem as suas canções com criticas abertas a ditadura.

Os artistas que participaram do movimento tropicália faziam questão de frisar que não tinham qualquer interesse em se promover por meio de suas músicas com temáticas referentes à problemática tradicional do político-ideológico, como então era feito pela canção de protesto.

Portanto, este movimento foi maravilhoso para a música brasileira onde conseguiu reunir diversos artistas brilhantes e também muito importantes para a cultura do país. Outra crítica que os tropicalistas receberam foi sobre o uso das guitarras nas músicas, já que acreditavam ser influência da cultura pop-rock americana de modo que fosse prejudicar a música brasileira.

Representantes importantes da Tropicália

Astistas do movimento da Tropicália.

Foram diversos os nomes que participaram e apoiaram o movimento na época, mas somente alguns foram considerados os mais importantes e influentes para o movimento, veja.

– Maria Bethânia.
– Os Mutantes.
– Jorge Bem.
– Gal Gosta.
– Gilberto Gil.
– Torquato Neto.
– Tom Zé.
– Caetano Veloso.

Discos e músicas de sucesso na Tropicália

O movimento tropicália foi um dos mais importantes para que pudesse modernizar a música brasileira, para que fosse desenvolvido padrões estéticos e neste sentido foi considerado um movimento cultural revolucionários, mesmo sendo um dos mais criticados na época.

Tropicália obteve grande influência nas gerações da música brasileira nas décadas seguintes. Para conhecer melhor os discos e músicas que marcaram aquela época, veja abaixo cada uma das músicas e ouça atento as letras.

Discos tropicalistas

– Tropicália ou Panis ET Circencis (1968) Mutantes.
– A Banda Tropicalista do Duprat (1968) Roberto Duprat.
– Louvaçao ( 1967) Gilberto Gil.
– Caetano Veloso (1968).

Músicas do movimento Tropicália

Tropicália – Caetano velo (1968)

Alegria alegria – Caetano Veloso (1968)

Panis et circencis – Gilberto Gil e Caetano Veloso (1968)

Atrás do trio elétrico – Caetano Veloso (1969)

Cadê Teresa – Jorge Ben (1969)

Aquele abraço – Gilberto Gil (1969)

1 Comentário

Deixe uma resposta