REVIEW DO MOTO G 3ª GERAÇÃO

Está desempregado?
Marketing por

Em 2013, o Moto G foi o aparelho que ganhou um público muito algo, por seu Android puro e livre de aplicativos pré-instalados e também por seu preço baixo. O preço era tão baixo que chegava a custar metade dos seus concorrentes com configuração de hardware parecidas. No ano depois, a Motorola lançou a verão melhorada do aparelho, com a tela e câmera melhores e entrada para cartões microSD. Agora, a mesma fabricante nos apresentou ao mercado brasileiro a terceira geração de sua linha. Com configuração de hardware melhorada, câmera e duração da bateria. Agora faremos um review do Moto G 3ª geração.

Por fora, o design é personalizado de acordo com as escolhas que consumidor fizer no Moto Maker, área do site da Motorola. Mas será que todas essas melhorias justificam o aumento de quase 350 reais no preço? Veja a seguir.

Review do Moto G 3ª Geração

Design

O smartphone continua com seu modelo curvado em sua parte traseira, o que favorece a ergonomia, ao mesmo tempo que passa a sensação do produto ser menor do que realmente é. A tela ainda continua tendo 5 polegadas e resolução HD. A tecnologia do display continua a ser a retro iluminação LED.

Review do Moto G 3ª Geração traseira
G3 na cores Preta e Branco (review)

A grande novidade do moto G é que a marca possibilita montar o celular da maneira que achar melhor no Moto Maker. Lá, além de decidir o design, você pode escolher a configuração do produto. O modelo mais simples sai por 850 reais, mas ele tem 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno. A versão intermediária tem 1 GB de RAM, 16 GB de espaço e TV digital. Já o modelo mais potente, o que estamos falando nesse review, tem 16 GB de armazenamento interno e 2 GB de RAM.

Fora as especificações técnicas, é possível escolher a cor frontal do celular (branca ou preta) e a cor traseira. Com a taxa de 10 reais cada, é possível comprar capinhas adicionais, as Moto Shells. Por mais 10 reais é permitido gravar alguma palavra ou frase no seu smartphone.

Todos os modelos do Moto G são resistentes à água, segundo a certificação de IPX7 do dispositivo. Isso quer dizer que ele pode cair a 1 metro de profundidade em água doce no período de 30 minutos, no máximo. Para isso, é preciso que a tampa traseira esteja bem presa. Quem quiser fotografar com o aparelho embaixo d’água, é possível apertando o botão de volume, já que na agua o touch screen fica mais sensível. Porém, a marca avisou que essa é uma proteção para prevenir acidentes e não é recomendável mergulhar o smartphone para tirar fotos constantemente.

Review do Moto G 3ª Geração
Motorola G 3ª Geração

Configuração

O Moto G nunca foi considerado o smartphone de grande potência. Agora a marca colocou mais poder em seu produto. Ela ve, com processador Qualcomm Snapdragon 410 quad-core de 1,4 GHz, GPU Adreno 306 e 2 GB de RAM. É o melhor upgrade em relação aos outros Moto Gs.

Não posso dizer se o Moto G 3ª geração vale ou não seu dinheiro. Cabe a você saber suprir suas necessidades em um smartphone, se ainda está em dúvida sobre as mudanças do produto, assinta a esse vídeo com uma review mais profunda.

Está desempregado?
Marketing por