Síndrome de Alienação Parental o que é

6


O divórcio de um casal não é algo muito fácil, principalmente, quando envolvem os filhos. A Síndrome de Alienação Parental acontece quando um dos pais tenta fazer com o que filho não aceite o ex- cônjuge.

A princípio o pai ou mãe tenta expor seus problemas ao filho e evidenciar como têm razão em um determinado assunto, mas muitas vezes esta conversa é regada de mentiras e pressão psicológica.

Este ato é mais comum pelo pai que possui a guarda da criança e busca impedir as visitas do ex- cônjuge ao filho.

No entanto a síndrome apenas é caracterizada quando a criança começa a acreditar em tudo que o indivíduo está falando para ela. Como exemplo, se o pai fala mal da mãe a criança passa a desprezá-la.

Como detectar a Síndrome de Alienação Parental?

Meninda sofrendo com divórcio dos pais

O pai excluído, normalmente, percebe a Síndrome através do comportamento do filho, pois as crianças não conseguem mais tratá-lo de maneira educada e acaba mostrando o seu desprezo.

Como forma de acabar com esta síndrome é necessário que o pai converse com o filho e pergunte o que está acontecendo. Desta forma é possível explicar-se com a criança e esclarecer todos os fatos.

Em certos casos o pai prefere pedir a ajuda de um psicólogo para que mesmo possa fazer todas as orientações necessárias e indicar as principais causas do problema.

Consequências para as crianças

Criança triste com separação dos pais

A Síndrome de Alienação Parental pode causar diversos malefícios entre eles a depressão ou mesmo tristeza da criança, falta de interesse nos estudos e o afastamento dos amigos.

O pai alienante, normalmente, não tem consciência do mal que está fazendo ao filho, portanto é recomendado que o pai também procure a ajuda psicológica.

Divórcio com filhos

Para evitar quaisquer tipos de problemas e a síndrome de alienação parental é fundamental que os pais conversem com seus filhos para contar que estão se separando, mas que não tem nada haver com eles. Desta forma é possível ter uma separação amigável em que ambos possam manter uma boa relação com os filhos.

Diálogos – Síndrome da Alienação Parental



Deixe uma resposta