Sintomas da síndrome do túnel do carpo


A síndrome do túnel do carpo pode ser considerada uma lesão por esforço repetitivo, isso porque algumas profissões exigem que os profissionais façam muito o mesmo movimento.

A síndrome do túnel do carpo é um conjunto de sintomas que incluem sempre a dormência, principalmente do 1º, 2º e 3º dedo da mão (dedão, indicador e dedo do meio), formigamento ou uma sensação de alfinetadas e queimação também podem ser sintomas da síndrome.

No início os sintomas tendem a aparecer no meio os sintomas costumam aparecer somente a noite ou então após um longo período de movimentos repetitivos, onde se consegue um alívio apenas balançando os braços e as mãos.

O que é o túnel do carpo?

O túnel do carpo é formado pelos ossos do punho, carpo significa punho, junto á estes ossos tem uma faixa rígida de tecido conjuntivo conhecida como ligamento transverso do carpo. Dentro destas estruturas que citamos forma-se um túnel, neste túnel se encontra o nervo mediano e os tendões flexores que flexionam os dedos do polegar.

Qualquer coisa que faça com que esta área fique edemaciada (inchada) ou tenha o seu espaço comprimido fará com que as funções destes três dedos que comentamos não tenham as suas funções feitas como deveriam.

Sintomas

Pode aparecer uma diminuição gradativa da força para segurar um prato ou até mesmo um copo, a sensibilidade pode estar alterada nos dedos médio, indicador e polegar, você ainda poderá sentir dor na região central do punho que poderá ir até o polegar ou até o cotovelo

A dor pode ser logo pela manhã, mas com pequenos movimentos acontece o alívio imediato, pode haver uma coloração azulada nos três primeiros dedos citados acima, e durante o dia pode sentir formigamento, queimação e até mesmo sensação de choque na mão.

É interessante que você faça alongamentos durante o dia para que estas dores possam ser prevenidas, mas se a dor já estiver instalada é melhor que você procure serviços de fisioterapia, para que esta possa amenizar a sua dor e ajudar você a movimentar melhor.

Quando a doença está instalada é preciso que você se cuide e trate para que esta não agrave e assim não cause maiores lesões no nervo, lembrando que uma vez o nervo lesionado ele nunca mais voltará ao normal, podendo prejudicar os seus movimentos.

No vídeo abaixo você confere alguns alongamentos para os braços e punhos, que poderão ajudar muito no alívio das dores e na prevenção da síndrome.