Uma Propaganda Em Vídeo Impossível De Pular Faz Homens Sentirem Na Pele Que Assédio Não É Elogio

0

Se você é mulher, tenho toda certeza que já ouviu coisas como “gostosa” “vem cá com o papai, vem!” “bom dia, delícia” “êêê lá em casa” “psiu” e afins na rua. Mas, se você for homem devo dizer que esse tipo de “elogio” é assedio.

Elogio é falar com alguém educadamente: “bom dia, você se veste bem!” “oi, tudo bem? Sei que vai soar maluco, mas, seu sorriso é bonito” “desculpa, sei que você não me conhece e nem deveria estar te parando do nada, mas, seus olhos são incríveis.”. Esses são exemplos de verdadeiros elogios.

Gritar alguém na rua com palavras que você falaria apenas para quem tem relações intimas, não é um elogio. Assedio verbal é tão grave quanto assedio físico e todos os homens deveriam fazer isso. Não adita se posicionar contra o estupro e colocar mulher em uma situação de medo dessa maneira.

Uma Propaganda Em Vídeo Impossível De Pular Faz Homens Sentirem Na Pele Que Assédio Não É Elogio 1

Sabendo isso o Instituto Maria da Penha criou um projeto com intento de conscientizar homens através da internet. Os vídeos foram veiculados em sites que seu publico alvo é masculino, como  ESPN, GQ e UOL. E o anuncio imputável funciona assim: Ao tente assistir algum vídeo de um dos portais, o anuncio é exibido antes e nenhum dos controles do player funciona. Ou seja, não dá para pular, silenciar, parar, nada. O anuncio tem de ser assistido até o fim.

Em cada onze minutos uma mulher é assedias sexualmente no Brasil. Sim 11 minutos. Mulheres sofrem violência todos os dias, seja física, verbal ou sexual. Apenas pelo fato de serem do sexo feminino e outras pessoas do sexo masculino ainda preferem usar seu lado animal como desculpa por suas ações.

Assédio não é elogio. Assediar uma mulher que passa na rua não é normal, fofo, cultural, bonito e muito menos um elogio para sua autoestima. Respeite todas as mulheres, não porque você tem mãe, irmã, tia, filha e sim porque todas são seres humanos e precisam ser respeitadas.

Deixe uma resposta

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui